Branle

Branle: várias estão no repertório de Dança Sagrada. Originalmente era uma dança de camponeses onde os dançarinos seguiam o líder. Mais tarde evoluiu para um simples passo duplo, movimentando para frente, para trás ou para os lados, em uma direção, passo, junta, passo.

Extraído de "Dança Circular: Dançando o Caminho Sagrado"
Anna Barton - Ed. Triom - 2006 - pg.25

Bourrée

E agora num grande grupo


Bourrée: uma vibrante dança em dois tempos ainda dançada na França em eventos sociais. Começa no contratempo da quarta nota do compasso quaternário e contém muitos passos de cruzar, passar pelo parceiro e voltar para o lugar. É frequentemente dançada formando linhas de parceiros e em grupos de quatro.

Extraído de "Danças Circulares: Dançando o Caminho Sagrado"
Anna Barton - Editora Triom 2006 - pg.25